terça-feira, 16 de agosto de 2011

Cronologia para a Paróquia da Gafanha da Encarnação


Demolida Igreja Matriz da Gafanha
da Encarnação -  década de 30 de 1900
   1848 - António dos Santos Pata e sua mulher Joana Rosa de Jesus (de alcunha de seu avô, Joana Gramata e alcunha popular, Joana Maluca, n.1788, f.1878: ver mais aqui!), moradores no lugar do Prado na zona da Gafanha, fizeram construir na sua quinta, denominada Quinta do Mato Feijão, uma pequena capela dedicada a Nossa Senhora da Encarnação, capela de reduzida dimensão, não mais do que cinco metros de comprimento, albergando em destaque no único altar a pequena imagem de Nossa Senhora da Encarnação, imagem de roca com 47 cm de altura e provida de alfaias de culto e de algumas imagens ainda hoje existentes, uma imagem de São Tomé, em barro policromado da autoria do barrista aveirense Pedro Serrano e uma imagem do Sagrado Coração de Maria.

   1862 - o seu primeiro capelão, Pe. José António Morgado, adquiriu um cálice de prata no Porto pela quantia de 20$340 réis;

   1877 - obras de ampliação da capela até à dimensão de 12 metros com construção de torre onde são colocados dois sinos, e ainda dois altares colaterais, um com a imagem do Sagrado Coração de Maria e outro com a imagem de Nossa Senhora da Piedade, em pedra que mais tarde passaria para o nicho exterior da fachada da Igreja;


Actual Igreja Paroquial da Gafanha da Encarnação
(ver mais em: monumentos IRHU)

   1884, 27 Abril - por falecimento do seu proprietário e fundador, António dos Santos Pata, a capela foi nesta data posta em arrematação no tribunal de Aveiro, tendo Manuel Luís Ferreira, por procuração de todo o povo do lugar, procedido à sua compra, passando desta forma a capela a ser propriedade paroquial;

   1901, 2 Setembro - o seu segundo capelão, o Pe. Augusto Cândido Figueira funda neste lugar a Irmandade de Nossa Senhora da Encarnação e Almas com estatutos aprovados pelo Governo Civil nesta data e por D. Manuel Correia de Bastos Pina, bispo em 13 de Novembro do mesmo ano;

   1907, 25 Julho - é demolida a capela, dando-se inicio à construção de um templo de grande dimensão no mesmo local mas com nova orientação Poente-Nascente, ficando a obra sobre direcção do mestre Manuel Bolais Mónica pelo custo de 3.050$000 réis com a dimensão de 26 metros de comprido por 8 metros de fachada;


São Tomé, c. 1850
Igreja Matriz da Gafanha da Encarnação
Pedro Serrano, barrista aveirense
barro policromado
   1908 - estavam levantadas as paredes até à altura do arco cruzeiro, sendo registada esta data incisa na pedra de fecho do arco cruzeiro;

   1909 - conclusão da obra de edificação;  o Pe. João Francisco Quaresma (n.1873, f.1957), ao iniciar a capelania na nova igreja da Gafanha da Encarnação, funda neste lugar o Centro do Apostolado da Oração;

  1911 - adquiriu-se ao Convento de Jesus de Aveiro a custódia, e uma píxide de prata, um véu de ombros e outras alfaias de culto assim como as imagens de Nossa Senhora de Lurdes e do Sagrado Coração de Jesus;

   1912 - após secularização do Convento feminino das Carmelitas de São João Evangelista de Aveiro conseguiu-se por cedência dois retábulos de talha dourada deste convento, que foram adaptados na nave da igreja a altares colaterais do Sagrado Coração de Jesus e de Nossa Senhora da Encarnação;

   1923 - adquiriu-se a tribuna e retábulo-mor em talha dourada da antiga Sé de Aveiro, que funcionou no Recolhimento de Franciscanas de São Bernardino, e que após feitas adaptações, foi instalado na capela-mor da igreja;


Vista interior da demolida Igreja Paroquial da Gafanha da Encarnação, c. 1980

   1926 - foram construídos por artistas do lugar os dois altares laterais da nave, o de Nossa Senhora de Lurdes e o das Almas.
  1926, 1 Novembro - a Freguesia da Gafanha da Encarnação foi criada pelo decreto nº12:612 desta data, publicado no Diário do Governo, 1ª série, de 8 de Novembro de 1926;

   1928, 3 Maio - fundação da Paróquia da Gafanha da Encarnação, passando a igreja a ser Igreja Paroquial, desmembrada da Paróquia de São Salvador de Ílhavo, por provisão do dia 4 do mesmo mês e ano;


Provisão da criação da Paróquia de Nossa Senhora da Encarnação 3-05-1928
http://patrimonioreligiosodeilhavo.blogspot.com/2011/09/historia-da-joana-gramata.html

Sem comentários:

Enviar um comentário